Admirável Mundo Novo

Mundo

Aldous Leonard Huxley (Godalming, 26 de Julho de 1894 — Los Angeles, 22 de Novembro de 1963) foi um escritor inglês e um dos mais proeminentes membros da família Huxley. Passou parte da sua vida nos Estados Unidos, e viveu em Los Angeles de 1937 até à sua morte, em 1963. Mais conhecido pelos seus romances, como Admirável Mundo Novo e diversos ensaios. ¹

Le Grand Journal (Cannes) – 15/05, 3:22

Q:: So, why are you here?
Liam Gallagher:: Why am I here? Why are you here?
Q:: No, why are YOU here?
Liam Gallagher:: Yeah but why are YOU here?
Q:: To ask you why you’re here
Liam Gallagher:: Well I’m here to ask you why you’re asking me why I’m here

Q:: May I buy you a drink, mayber later?
Liam Gallagher:: You can do what you want, man
Q:: Yeah? Okay, you can have some Oasis, if you want
Liam Gallagher:: Nah, I’m sick of that shit.

Nostalgia pós Harry

Há exatamente 10 anos atrás, quando eu ainda era uma adolescente grunge, eu li pela primeira vez Harry Potter, desde então durante estes 10 anos ainda continuei a acompanhar a série, mesmo depois de ter entrado no mundo do bicho adulto, eu ainda continuei, não é só porque agora não sou mais adolescente deixei de gostar de coisas que conheci há muito tempo atrás. Geralmente é isso que acontece, depois que deixamos de lado a síndrome de Peter Pan, temos vergonha de admitir que um dia gostamos de tal coisa, como música, livros e programas de TV, o mundo é estranho, as pessoas são estranhas, e parece que tudo te obriga a “crescer” e seguir os padrões universais que pregam que você precisa desesperadamente se tornar uma adulto responsável, “normal”, ser culto, beber cerveja, ir para barzinhos e assistir Jornal Nacional ao invés da Cartoon Network. Eu tenho que confessar que não estou seguindo os padrões “normais”, eu gosto de muitas coisas que conheci na infância e adolescência até hoje, como Harry Potter, animes, mangás e cartoons. Mas voltando ao assunto, Harry Potter, semana passada saiu o último livro em português, eu já tinha lido o mesmo pela internet, por isso ainda não vou comprar, vou esperar baixar o preço, pois é isso que vai acontecer. Me deu um certo aperto no coração ver o fim, depois de ver esse “moleque” crescer, sentir que enfim acabou e que agora ele virou um adulto responsável, me deu uma certa tristeza, porém tudo que tem começo, tem fim, vou sentir saudades, mas ele ficará eternizado na minha prateleira de livros, esperando por meus filhos e talvez netos, quem sabe… o que me consola são os filmes, que óbvio nem chegam aos pés dos livros, devido a riqueza de detalhes, mas ver o Alan Rickman interpretando brilhantemente Severus Snape (um dos meus personagens mais amados) compensa qualquer coisa.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 98 outros seguidores